terça-feira, 31 de maio de 2016

Resenha: PAIXÃO ÍNDIA - Javier Moro

Título: Paixão Índia
Autora: Javier Moro
Número de páginas: 392
Ano: 2016
Editora: Planeta
Sinopse: A jovem Anita Delgado era bailarina na Espanha, no início do século XX, quando um marajá indiano se apaixonou por ela, lhe deu um palácio e a transformou em princesa – mas não em sua única mulher.
Depois de chegar à cidade de Kapurthala sobre um elefante luxuosamente adornado, a nova princesa descobriu que aquele aparente conto de fadas não transcorreria sem o inevitável choque cultural entre dois mundos que se mostravam mais diferentes do que ela imaginava.
As outras mulheres do marajá e seus súditos viam em Anita uma ameaça à tradição hindu, e a jovem, apesar de cercada de conforto e riqueza, vivia na mais completa solidão. Determinada, porém, ela se manteve no lugar que acreditava ser o seu – até seu coração começar a bater de maneira diferente.
Javier Moro realizou pesquisas detalhadas, tanto na Europa quanto na Ásia, para construir uma narrativa minuciosa da relação do casal, que deu origem a um dos maiores escândalos da Índia inglesa.
 Este é um romance histórico, onde  nos apresenta uma história densa e rica em detalhes, dentro de uma ambientação divergente à nossa, uma época tradicional. Um livro com vários elementos, como: amor, paixão, traição, sofrimento, dor, altruísmo, riqueza, ambição, entre outros, envolvendo Anita Delgado, Jagatjit Singh, o príncipe de Kapurthala, e alguns personagens secundários cruciais para a formatação da trama emocional de Anita. No princípio, um belo conto de fadas, onde o príncipe se apaixona pela jovem bela e pobre, e a torna uma princesa, e posteriormente, uma forte desconstrução de todas as ramificações mágicas, dando um toque de realismo a obra.
Neste livro, somos apresentados à Anita Delgado, a nossa protagonista, até então, apenas uma dançarina de 17 anos, juntamente com sua irmã, do café-concerto, o Kursaal. A espanhola tem uma beleza característica, porém era desprovida de bons estudos e pertencia há uma família muito humilde.
Dentro de uma ocasião importante na Europa, o rajá de Kapurthala, Jagatjit Singh, visita o Kursaal e, acaba se apaixonando perdidamente por Anita.
"Enquanto este em Madri, o rajá foi todas as noites ver Anita dançar. Devia ser o único cliente que pagava para ver as furantes, e não as famosas cantoras anunciadas no cartaz." (Página 37)
O rajá oferece uma fortuna para a família Delgado pela mão de Anita em casamento, no início se mostra repugnante, pois é nítido que quer comprá-la. Mas, Anita e a família vão cedendo aos honrosos e exagerados mimos do príncipe e acabam efetuando o casamento. Anita Delgado o ama e essa paixão é recíproca. Ela passa por uma série de ensinamentos, como: se alimentar corretamente, postura formidável de uma dama, idiomas necessários para se comunicar, entre vários outros. Tudo isso seria de extrema importância, pois ela se tornaria a princesa de Kapurthala.

Anita viaja para Kapurthala e aquele conto de fadas vai se desconstruindo num processo doloroso, pois as outras mulheres do rajá a desprezam por inveja, pelo fato de Anita ser branca, europeia e princesinha que todos admiram por sua simpatia e beleza, além do choque cultural de um povo exótico para Anita. 
Em seguida, o vazio a preenche, mas situações polêmicas vão se introduzindo, nos levando para um cenário denso e corrompido. As ideias começam a tomar um novo rumo e vamos percebendo que nem tudo são flores, nem mesmo para os poderosos da época.
Gostaria de detalhar muitas cenas e até mesmo dizer o que acontece com Anita Delgado, todavia, anularia as sensações inovadoras que a leitura poderá causar em vocês. A história é muito envolvente e escrita de forma muito inteligente. A desconstrução perfeita dos nossos ideias de contos de fadas. A realidade emocional em foco. 

A diagramação do livro físico é confortável. Bons espaçamentos e imagens ilustrativas enriquecedoras. Editora Planeta está de parabéns pela edição em português da obra do historiador e antropólogo Javier Moro.

Por fim, amei o livro e super recomendo para os amantes de romances históricos, estes que apresentam uma série de fatos verídicos com datas e imagens. O romance nos oferece um belo e importante passeio por uma Índia colonial, onde destaca com veemência o domínio do Império Britânico sobre o subcontinente indiano. Em outras palavras, vale muito a pena.
Quer ler Paixão Índia?
Super fácil! Basta clicar no link abaixo e ele o conduzirá para a página de compra do livro, no site da ediora Planeta por 49,90, atualmente. Então voeeeeeee, porque vale muito a pena.
planetadelivros.com.br/paixaoindia

 

terça-feira, 24 de maio de 2016

Resenha: POR QUE EU? - Sinélia Peixoto

Título: Por que eu?
Autora: Sinélia Peixoto
Número de páginas: 493
Ano: 2015
Editora: Chiado
Sinopse: Elizabeth é uma mulher de 28 anos, de Brasília, que decide começar o ano de 2013 de forma diferente. Estagnada? Podemos dizer que sim. Sem perspectiva de mudanças? Também! Ela busca algo melhor para si, por isso vai à Porto Seguro passar o reveillon com as amigas para encerrar uma fase de sua vida e dar início à outra, mais adulta e com muitos desafios.
Lá, ela conhece Antônio, um advogado também de Brasília.
Eles curtem juntos e quando voltam à Brasília começam um romance.
Elizabeth está se descobrindo. Ela pede demissão de seu emprego e começa se dedicando aos cursinhos para concurso. Antônio já é estável e independente.
Quem é ela? Ela se pergunta e comparada a ele, ela se acha um Zé Ninguém.
Ela se sente perdida em meio a tudo que tem que aprender e descobrir sozinha.
Ela é uma pessoa honesta e sincera consigo mesma; luta para se analisar e se entender sempre; ele quer ajudá-la profissionalmente. Ele quer mais!
Ela luta contra ele, tenta não se entregar, luta para ser honesta consigo mesma e aprender mais sobre si mesma sempre.
Eles se casam, apesar de Elizabeth colocar empecilhos, e juntos têm dois filhos. O primeiro livro desta trilogia é sobre esse primeiro momento, no qual os dois estão se descobrindo, ela buscando se profissionalizar, ele aprendendo com ela a se abrir mais, se conhecer, a filosofar, a analisar sua vida, seus pensamentos e a ser honesto consigo mesmo.
Os dois buscando um relacionamento cada dia melhor, aprendendo sobre o casamento e também buscando o que os satisfaça sexualmente.
Eles se dedicam muito à vida sexual do casal, aprendem sobre o corpo do outro, sobre os gostos do outro; se conhecem e melhoram juntos, com carinho, dedicação e atenção.
É um livro no qual Elizabeth discute muito consigo mesma, tenta entender suas neuroses, tenta se descobrir sexualmente e descobrir como é o casamento,
a gravidez, a vida a dois e sua luta por melhoria profissional.
Com um final muito triste e cheio de esperanças para o próximo livro.
 Neste primeiro livro da trilogia, conhecemos a protagonista Elizabeth, ou melhor, Beth. Ela é uma mulher determinada, independente, madura e inteligente, nos seus 28 anos. Porém, duas coisas a incomodam bastante: o seu emprego e a sua vida de solteira.

Ela reflete sobre a sua vida e decide dar um up na sua vida, renunciando a sua profissão de recepcionista para mergulhar nos estudos, em cursinhos, para concurso público, e arranjar um amor, pois iria fazer 4 anos que ela não namorava com alguém. Estava se aproximando dos seus 30 anos e precisava se tornar mais viva. Desesperada. Mas, uma desesperada com razão.

Ela e mais algumas amigas, decidem passar a festa de fim de ano em Porto Seguro, e para diverti-las, acabam criando uma aposta: de quem beijaria mais naquela viagem. Mesmo não gostando muito dessa ideia, ela cede para não ser a chata do grupo. 
 Nisso, ela acaba conhecendo o advogado Antônio, eles ficam se encontrando por lá, e por pura coincidência ele também é de Brasília. Com isso, vocês já imaginam que os dois pombinhos vão manter essa paixonite ao retornarem para Brasília, não é mesmo?

Em Brasília, ele investe no contato, mas, ela é muito neurótica e cheia de paranoias e fica com receio de se entregar, mesmo que sinta algo por ele, porém ela cede e os dois iniciam um namoro. Melhor coisa que ela fez. Se ela visualizasse o futuro, já se entregava de corpo e alma.
"Nesse momento não sei se fiz a coisa certa, me sinto levada pelos acontecimentos: a demissão, Antônio e minha família; as expectativas e a vontade de acertar desta vez." (Pág. 117)
O interessante é que os dois possuem altos níveis de insegurança. Ele é muito ciumento e controlador e ela é cheia neuras. Louca a ponto de pensar em se auto sabotar em qualquer instante. 
A protagonista filtra muito as coisas, procura conhece-la e entende-la o tempo todo. Filosofa e estabelece teorias e pensamentos sobre várias situações da área emocional. Algo que achei enriquecedor.
"Ele sabe que não tenho muito tempo pra ele, porque minha vida em primeiro lugar e nesse momento preciso me concentrar e estudar, mas mesmo assim ele aceita tudo e me ama... Mesmo com minhas crises, minhas depressões, minhas paranoias e minha ansiedade." (Pág. 152)

O livro é um calhamaço de 493 páginas, onde vamos acompanhando essas fases da vida da protagonista, e até do próprio Antônio. Em algumas ocasiões, a leitura tornou-se muito cansativa, todavia, acredito ser necessário para entendermos a cabeça da Beth, seus pensamentos e raciocínio. Confesso que ela seja louca, mas amo a linha de raciocínio dela. Inteligente e sabe ponderar bem as coisas.
Outra fator que gostei muito, foi a atuação necessária dos personagens secundários, com seus variados problemas, uns mais exóticos, outros mais complexos. Coitada da Leka, não merecia aquilo. Mas gostei dessas atuações, porque ofuscou, um pouco, as crises da protagonista, e tornou o romance mais real. Não fugiu muito das situações que estão ao nosso redor.
Contudo, Por que eu? é um romance cheio de situações humanas, que são tratadas de variadas formas. É um forte incentivo a nos conhecermos, a buscarmos o melhor para nós, com isso, refletindo luz e amor. O livro terminou com um preocupante cliffhanger, mas vamos orar para que dê tudo certo. Sinélia, deu um tiro em nosso coração com esse desfecho. Ela segue uma narrativa linear durante todo o livro, aí chega no fim... Mas, aprovei. Deu um tchan na história.
A Chiado editora com uma excelente diagramação, como em todos os seus livros. Parabéns aos profissionais envolvidos. 
 "Cheguei à conclusão que: quem se entrega totalmente ao amor e à busca de si mesmo, quem se sente livre, ama o máximo, ama totalmente e da sempre seu melhor. E quem ama o máximo se sente livre, porque tem certeza de que está no caminho certo, está em paz!" (Pág. 420)
Quer ler Por que eu no Kindle?
Super fácil! Basta clicar no link abaixo e ele o conduzirá para a página de compra do ebook, no site da Amazon por 2,80, atualmente. Então voeeeeeee.
amazon.com/porqueeu
Para contatar a autora, basta entrar no site:
www.trilogiadoeu.com.br  
Postado por:

Resenha: FORTUNA - A SAGA DA FORTUNA - Cassia Cassitas

Título: Fortuna - A saga da riqueza
Autora: Cassia Cassitas
Número de páginas: 264
Ano: 2013 (2ª edição)
Lançado de forma independente 
Sinopse: Quando, em julho daquele ano, a bolha imobiliária estudos nos Estados Unidos, aos olhos de Ricardo o Panorama econômico de curto prazo mostrava-se claro e assustador, comparável à terrível crise de 1929, superada após décadas de esforço.
Intensificou ainda mais seus estudos e passou a sugerir a alguns clientes investimentos diferentes, contrariando a orientação da agência em que trabalhava. Mas para quem fora aliciado pela adrenalina do binômio risco x rentabilidade acima das taxas de mercado, não era simples abster-se desses dividendos. Além dos mais, Ricardo vinha sendo visto com reservas devido a suas previsões alarmistas num momento de grande euforia, deixando indícios de um desequilíbrio cada vez mais evidente.
Este é um livro maduro, onde encontramos uma trama inteligente e envolvente, esta que gira em torno da economia.

A história nos leva para o início do século XX e nos apresenta Ana, jovem determinada e filha de imigrantes italianos, que ruma para São Paulo para galgar.
Avançando no tempo, conhecemos o analista Ricardo e a arquiteta Carolina, casados, mas que desde o início da leitura verificamos algumas crises que eles passam. 
Ricardo é muito dedicado aos números, teorias e seus princípios, pois trabalha numa empresa significativa e importante, cuja lhe renderam muitos prestígios.

Não posso falar muitas coisas, porque tudo está muito interligado e a experiência de alguns fatos, dentro de uma atmosfera histórica, é impactante ao primeiro contato de leitura.

 Entendemos muito sobre valores, prioridades, economia, poder, riqueza e evolução.
Contudo, gostei da escrita da Cassia, ela é muito sofisticada e limpa. Trata os inúmeros assuntos desse livro de forma muito compreensiva e leve. Não é algo cansativo. A capa ilustra muito os cenários descritos no livro, a diagramação é confortável, destacando os espaçamentos. 
Super recomendo essa leitura para os leitores que estão acostumados com leituras maduras e que tratam de assuntos que perpetuam até hoje, como a economia.  
Quer ler Fortuna - A saga da riqueza?
Super fácil! Basta clicar no link abaixo e ele o conduzirá para a página de compra do livro, no site do Mercado Livre por 28,00, atualmente. Então voeeeeeee.
mercadolivre.com.br/fortuna 
Postado por:

quarta-feira, 18 de maio de 2016

TAG: Doenças Literárias / Nacionais

Vamos com mais uma TAG? Desta vez, vou indicar livros de autores brasileiros com a famosa TAG Doenças Literárias, mas vou fazer diferente, pois muitos blogueiros e booktubers realizaram essa tag e apresentaram, praticamente, os mesmos títulos. Então resolvi realizá-la com livros nacionais, exceto por um título, não resisti (risos), pus um estrangeiro no meio, porém, de forma justa. 

Vi a tag, pela primeira vez, no Youtube, pelo canal Tiny Little Things. Vejam o vídeo AQUI.
Então vamos com as perguntas e as indicações:

1) Diabetes: Um livro muito doce.
Para essa categoria eu escolhi o livro Doce Desconhecida, de Alexandre Guimarães. O livro, como o nome já diz, é muito doce e se trata de poemas, poesias e escritos românticos e verdadeiros do autor para uma mulher desconhecida. A leitura é muito rápida e indico para os que gostam de livros com textos apaixonados. 

2) Catapora: Um livro que você pegou para ler e nunca mais vai pegar de novo.

Bom, escolhi o livro Palavras Entrelaçadas, da Ellen Araújo para essa categoria, não porque seja ruim, não é isso. Não pegarei esse livro, novamente, porque ele é um livro com diversas histórias e situações sentimentais de uma menina meiga, e esse tipo de leitura não me enchem os olhos, por isso, nunca mais lerei. Sabe, aquele livro fofinho, cheio de coisinhas de meninas, pois é. Super indico para leitoras de 12 à 16 anos.

3) Ciclo Menstrual: Um livro que você relê constantemente.

É nessa categoria que irei me desviar dos nacionais, pois não existe nenhum livro brasileiro que releio constantemente, e mentir não é comigo. Então vou pôr o primeiro livro para representar a minha saga queridinha, esta que releio duas vezes por ano, Harry Potter. Nem vou falar sobre a história, pois todos já conhecem, não é mesmo?
  
4) Gripe: Um livro que se espalhou como vírus.
Escolhi o querido livro Intergaláctica, de F. P. Trotta para essa categoria, pois vi em muitas contas literárias do Instagram e do Facebook, sem contar os booktubers falando muito bem desse livro, e realmente é MUITO BOM Esse livro de ficção cienfica ficou famoso por sua narrativa e enredo frenético, cheio de acontecimentos que nos deixam apaixonados. A história vai nos apresentar Amanda e seu pai cientista, Oswald. A protagonista, juntamente, com seus amigos vão tentar combater um grande plano ambicioso de seu pai, onde o futuro da Terra estará comprometido. Mas, nem tudo é o que parece nesse livro. Ai, Ai, aquele fim.

5) Asma: Um livro que tirou seu fôlego.
Esse é outro livro que gosto muito, inclusive entrará para a minha lista das 12 melhores leituras de 2016. Cabra Cega, de Sheila Mendonça, foi uma leitura que não só me tirava o fôlego, mas borbulhava em mim uma série de sentimentos, a maioria revoltantes, pois existe um personagem neste livro que atua sobre a regência do ciúme possessivo e doentio. O livro vai nos contar a história de um casal, que inicialmente, viviam em harmonia, mas que em seguida as máscaras vão caindo e o maridão machista e repugnante é revelado
Vocês que querem entender mais sobre relacionamentos abusivos, super indico  esse livro. As cenas são tão reais que te causam uns troços esquisitos, você fica com pavor de encontrar Gustavos na sua vida. Pavor (risos).

6) Insônia: Um livro que te tirou o sono.
Bom, todos sabem que estou apaixonado pela trilogia Eclipse da Lua Azul, das autoras Érica Falcão e Débora Knittel. Por isso, coloquei o segundo livro da trilogia, Templo de Gelo, nessa categoria. Eu, geralemente, leio durante a madrugada e essa foi uma leitura que não me deixava pregar os olhos, as revelações estavam tão envolventes que eu precisava saber o que iria acontecer. A trilogia é desenvolvida em torno de três mundos: Humano, Elemental e Angelical. Um infantojuvenil muito gostoso de ler. Não vou me repetir, porque falo muito dele por aqui. O pessoal no Instagram já sabe de cor do que se trata (risos).

7) Amnésia: Um livro que você leu mas não se lembra muito bem.
Pra essa categoria, pus um livro que ganhei numa viagem à Porto Seguro, num congresso evangélico. Li rapidamente, mas não refleti sobre, muito menos me aprofundei. Esse livro é Ordem e Progresso, do inteligentíssimo apóstolo Renê Terra Nova.

8) Doenças de Viagem: Um livro que te leva pra outra época/ mundo/lugar.
Como não pôr o livro Johnny Bleas, de João Gabriel Brene, nessa categoria? Este é outro livro que entrará para a minha lista de 12 melhores leituras de 2016. Esse livro me transportou facilmente para Asterium, que é um mundo paralelo com castelos, duendes, magia, profecia e etc. Neste primeiro livro da trilogia Johnny Bleas, acompanhamos o personagem descobrindo sobre sua real origem e se aventurando em cumprir sua missão. Maravilhosa leitura, sem dúvida. Sem contar a edição deste livro que é deslumbrante. 

Bom, essas foram as minhas indicações, espero que tenham gostado. Caso queiram realizar essa tag, vou deixar as perguntinhas aqui em baixo. Abraços do corujíssimo.

1) Diabetes: Um livro muito doce.
2) Catapora: Um livro que você pegou para ler e nunca mais vai pegar de novo.
3) Ciclo Menstrual: Um livro que você relê constantemente.
4) Gripe: Um livro que se espalhou como vírus.
5) Asma: Um livro que tirou seu fôlego.
6) Insônia: Um livro que te tirou o sono.
7) Amnésia: Um livro que você leu mas não se lembra muito bem.
8) Doenças de Viagem: Um livro que te leva pra outra época/ mundo/lugar.
 

Postado por:

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Resenha: LAILA E O MUNDO DAS IDEIAS - Raquel Mieko

Título: Laila e o mundo das ideais
Autora: Raquel Mieko
Número de páginas: 160
Ano: 2015
Editora: Giostri
Sinopse: Caminhava assustada e com o silêncio sua respiração intensa se fazia ouvir, não fazia ideia de que lugar era aquele, estava escuro e arrepios percorriam seu corpo. Ouviu alguns sons que não sabia decifrar no momento, assim começou a correr e em meio ao desespero tropeçou em seus próprios pés sendo pega antes que tocasse o chão. Tentou se desvencilhar, mas não conseguiu, eram braços que firmemente a seguravam, quis gritar, mas antes que tivesse tempo ele a puxou para si e então pode ver em seu rosto um sorriso irônico e o ouviu dizer:
- Bem vinda ao Mundo das Ideias, senhorita.
Vamos nos envolver num enredo inteligente, intrigante e cheio de emoções?
Vamos falar desta leitura gostosa, que traz um pano de fundo cheio de questões e ideologias filosóficas. Mas, fique tranquilo que não é nada massante e cansativo. 
Percebemos Laila, uma estudante de arquitetura, caminhando num lugar escuro e silencioso, onde chega a tropeçar, mas é salva por Martin. Martin é personagem que filosofa com Laila em sua mente. Sim, ele aparece nos sonhos da protagonista. 
E são nesses sonhos de Laila, que vamos conhecendo o envolvimento desses personagens, no início ela parece meio perturbada, depois surge uma linda paixão. Um romance inovador.
O interessante de tudo, é que Martin vai ajudando Laila a trabalhar em cima de suas próprias ideias. A ensina pensar e a gerar opiniões. 
"Laila, Laila... Ainda não aprendeu que é capaz de pensar ou você quer ser uma marionete dos pensamentos de outrem para sempre?" (Pág. 34)
Os amigos de Laila reclamam o tempo todo dos devaneios de Laila, pois Laila passa a acreditar fervorosamente no maravilhoso Martin que mora somente em sua mente e esses assuntos acabam sendo discutidos entre os amigos da garota.
É claro que acontecem outras coisas, situações super interessantes, todavia, não quero estragar a experiência de leitura de vocês. O final o livo é de...
Por fim, super indico esta leitura para amantes de um romance inovador, ideias e filosofias. 
"Para Aristóteles a felicidade está na virtude, isto é numa vida vivida de acordo com a prudência, melhor dizendo, com a justa medida. Onde o amor é suficiente, onde nada falta e nada sobra." (Pág. 73)

Quer ler Laila e o mundo das ideias?
Super fácil! Basta clicar no link abaixo e ele o conduzirá para a página de compra do livro, no site da livraria Travessa por 30,00, atualmente. Então voeeeeeee.

Releitura: HARRY POTTER E A PEDRA FILOSOFAL - J. K. Rowlling

Título: Harry Potter e a pedra filosofal
Autora: J. K. Rowlling
Número de páginas: 224
Editora: Rocco
Quão bom foi retornar ao mundo bruxo. Anos atrás li Harry Potter e a pedra filosofal e me apaixonei pelo universo criado por Rowlling. Agora com um olhar mais crítico e uma sensibilidade mais aguçada, pude analisar, melhor, as situações apresentadas neste primeiro livro da saga. Então, vamos lá.

É tão nítido a vivacidade dos bruxos ao comemorar a derrota de Voldemort, após assassinar a família Potter, exceto do menino Harry. Os bruxos chegam até a infringir algumas leis impostas pelo Ministério da Magia. 
Dumbledore com sua veemente sabedoria, ao ausentar toda a fama que Harry poderia se deixar corromper, nos mostra que, realmente, essa seria a atitude certa, pois o caráter da pessoa é formado nesse período da infância. A partir daí, acompanhamos o árduo crescimento de Harry na casa dos seus tios trouxas Dursley. 
Tios completamente inconformados com a realidade, querendo implantar lições e valores em Harry, sendo que não tinham estruturas para isso, o reflexo disso, é seu filho Duda, mimado e sem educação.

É tão gostoso de acompanhar, quando Harry fica ciente da história verdadeira de seus pais, consequentemente, descobrindo que é um bruxo e precisava iniciar as suas aulas na escola de magia e bruxaria mais famosa do mundo, Hogwarts. 
Em Hogwarts, Harry não é mais aquele menino ofuscado e apagado pelos tios. Muito pelo contrário, o garoto fica defronte aos holofotes, através de seus talentos e de suas imensas encrencas.
Harry é muito corajoso e possuidor do talento nato de jogar quadribol (Esporte dos bruxos), como apanhador, e percebemos que ele se prova o tempo todo. 
Embora a minha visão tenha mudado em relação à narrativa infanto-juvenil, percebemos que a trama em volta da pedra filosofal de Nicolal Flamel foi muito bem elaborada. Houve uma implantação e organização de detalhes que no desfecho tudo se entrelaçava e formava um elemento maior. Sem contar o início de uma amizade linda entre Harry, Hermione e Rony. A coragem, a inteligência e a cumplicidade andando lado a lado. 
Por fim, a magia de reler Harry Potter é ainda maior. Você entender os detalhes mais minuciosos é extraordinário. Super recomendo. 


Aproveitei para reler, também, Animais fantásticos e onde habitam. Sim, o livro introdutório para este filme que será lançado em novembro. 
Embora o livro seja um breve catálogo dos animais colhidos em todo o mundo por Newt Scamander, ele nos conta algumas situações que ocorreram, no início do Ministério da Magia e como posicionaram todos os animais e seres em suas posições. Interessantíssimo e vale muito a pena ler, pois percebemos que os bruxos tiveram bastante dificuldade em organizar essas posições. 
Por fim, enriquece muito mais o universo, expandindo e nos oferecendo detalhes históricos  importantes.

Quer ler Harry Potter e a pedra filosofal?
Super fácil! Basta clicar no link abaixo e ele o conduzirá para a página de compra do livro, no site da editoa Rocco por 38,50, atualmente. Então voeeeeeee.

terça-feira, 3 de maio de 2016

Lançamentos do mês de abril: Chiado Editora.

Esses são alguns livros que a Chiado editora lançou no mês de abril, pois muitos títulos são lançados durante os meses. 
Percebemos que a qualidade dos livros vai crescendo a cada ano. Percebemos até que a logo da Chiado está aparecendo na capa. Essa logo linda. Mas, chega de falatório e vamos falar desses livros, inclusive do que vai chegar para resenharmos. Vamos lá.

- ANONIMATO - ACYR CAMPOS
A vida, com seus irônicos ensinamentos, se encarrega de unir destinos em torno de um objetivo. Cabe a cada pessoa entender o seu papel e real participação neste grande mecanismo.
Hauker vive preso em sua cadeira de rodas, após ter nascido com uma rara doença que a medicina não consegue explicar. Sozinho, encarcerado em seus pensamentos e incapaz de se comunicar, é obrigado a observar e conviver com as futilidades humanas. Mas ele está prestes a descobrir algo inimaginável.
Madeleine encontrou o amor e aprendeu que ele não é uma descoberta, mas uma construção a dois. Vítima de uma grande traição, terá que lidar com seus piores sentimentos; Aron, mestre em adiar importantes decisões, acredita que a vida lhe trará respostas sem que se esforce para encontrá-las; Daniel é um cara atraente e bem sucedido profissionalmente. Apesar da boa aparência é inseguro e ansioso, o que não lhe ajuda quando encontra a mulher dos seus sonhos.
Eles precisam rever as falsas premissas que regem suas vidas, impostas pela duvidosa sabedoria popular, para obterem uma compreensão mais clara do que realmente acreditam. Neste caminho, terão que lidar com as manipulações de incorpóreos seres que planejam destruir seus planos.
No meio deste turbilhão surge um carismático e enigmático homem, em completo anonimato, com uma original forma de pensar. As respostas que eles encontram surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto a eles.

- CHUVA DE NOVEMBRO - PET TORRES
Eric Onil perdeu a sua esposa apenas com alguns meses de casados. Essa perda o enclausurou em seu quarto sombrio e silencioso durante sete anos. Ele havia mergulhado num mundo de depressão e alcoolismo. Porém, uma jovem surgiu em sua vida e Eric passou a ser resgatado para o mundo atual acompanhado das lembranças de sua esposa que sempre permaneceu viva dentro dele.
Romance inspirado no clipe e na canção November Rain de Guns N’ Roses.

- DEMÔNIO DE COPACABANA - MÁRCIO BORBA
História de um casal após se conhecerem na Praia de Copacabana, têm suas vidas transformadas em um verdadeiro tormento. Baseado em fatos reais.
História que levou o próprio autor a se emocionar deixando-o passar noites em Claro.

- OS OLIMPIANOS - SOT
"Salis Campbell é um garoto problemático. Filho de uma italiana com um pai desconhecido vive uma vida normal com sua mãe em Nova Orleans. Porém, tudo muda em um piscar de olhos quando avista uma figura muito surreal no quintal de sua casa.
E para piorar a sua situação, em seu último dia de aula é perseguido por quatro garotas com caudas de serpentes bastante sanguinárias e sexys. Depois de quase morrer dúzias de vezes, descobre que os deuses realmente existem e que, a maioria, deles estavam querendo a sua aniquilação.
A aventura começa e Salis, junto com seus amigos, terão que se sacrificar para salvar os Olimpianos de uma guerra iminente."

- QUARTO 341 - ANDRÉ NEVES BRAGA (Livro solicitado)
Diogo é um empresário de sucesso.
Tem uma vida da qual se orgulha: uma família perfeita, bons amigos e uma bela casa nos arredores de Lisboa. A sua vida corria bem, até ao dia em que uma viagem de negócios, para Nova Iorque, altera o seu destino.
Uma viagem, uma escolha, um caminho... sem retorno!
A partir desse momento, ficará preso ao enredo de enlaces e desenlaces, da história que inclui traição, crime, perseguição e suspense, que o vão fazer estremecer a cada minuto de leitura.

Gostei muito dessa sinopse, inclusive já conhecia o autor pelo Instagram, estou ciente do trabalho dele. Sem contar essa sinopse que nos deixa super curiosos, concordam? Ansioso por essa leitura e assim que este livro chegar, os aviso e falo mais sobre ele.
Abraços e não percam as novidades do blog. Querem conhecer o catálogo completo da Chiado editora? Voem para o site e ótimas leituras.

© CORUJANDO NOS LIVROS - PROIBIDO CÓPIAS. TEXTOS E IMAGENS POR PATRICK.
ENCOMENDE SEU LAYOUT COM: MICHAEL VASCONCELOS.
imagem-logo